*Total de 80 artigo(s)


Espaço Publicitário

Aprendendo a aprender [Coursera]


O Coursera é uma plataforma de ensino que realiza parcerias com as melhores universidades e instituições de ensino em todo o mundo Uma grande vantagem...



Blog Despertando interesses   


Coragem para errar

Sep:14:2015:[10:00:00 AM]
by: Oliveira M.J.N





Com certeza existem vários fatores importantes que nos diferenciam profissionalmente, assim como em várias outras atividades do dia a dia.

A formação acadêmica é dos principais fatores que influênciam.

Profissionais de todas as áreas do conhecimento (músicos, jornalistas, arquitetos, engenheiros, médicos, professores, administradores), mesmo que nascidos talentosos, precisam dominar e aperfeiçoar técnicas específicas para potencializar e desenvolver o seu talento. Para isso, buscam a formação acadêmica, que lhes promove o amadurecimento e a formação integral, fornece-lhes conceitos teóricos e históricos, técnicas, e práticas vivenciadas e orientadas.

Este conceito, "formação acadêmica", refere-se a todo aprendizado feito desde o ensino básico (fundamental) até a maior graduação existente, assim como extra-curriculares, apesar de alguns entenderem apenas como os títulos obtidos a partir da gradução de nível superior.

Este processo de aprendizagem nos serve como comprovantes de capacitação, isto é, a partir de seus títulos podemos supor que existe um conhecimento, no mínimo teórico de um determinado tema, o que consequentemente nos permite acreditar que exista uma competência associada elas.

Diante disso, é preciso levar em conta que muitos outros fatores são importantes, saber fazer, saber porque fazer e fazer, estes, são domínios ímpares; isto é, eles podem se somar em alguns indivíduos, que vamos chamá-los de plenos, aqueles realmente competentes.

De outra forma, existem os que somam apenas dois desses elementos ou simplesmente dominam apenas um, assim como há também os que nada sabem e nada fazem, é claro que em determinadas circunstâncias.
Aqui, vamos nos concentrar apenas no grupo que "Faz", áqueles que possuem a condição principal, para a realização de uma tarefa.

Podemos dizer que este indivíduo é o que mais se diferencia dos outros.

Espaço Publicitário


Ele é o responsável pela ação.

Por quê?

Simplesmente pelo FAZER, nada acontece sem uma ação, por exemplo: Se eu detiver todo conhecimento do universo, mas não realizar nada com ele, que valor terá?

Quem não se propõe a fazer algo, por medo de errar, preferindo permancer em uma situação "confortável" de não assumir uma responsabilidade está cometendo o maior dos erros.
Fazer algo é chamar para si a responsabilidade da execussão de alguma atividade.Mesmo não sendo o reponsável intelectual da ação, ou seja, você ao cumpri ordens, assume a responsabilidade pela execução.Estas pessoas estão livres do compromisso com o êxito, isto quer dizer, elas tem a coragem de fazer algo, independentemente dos resultados. É claro, que ninguém executa uma ação desejando o erro, mas admitir a possibilidade e enfrentar suas consequências é o grande desafio.

Na grande maioria das vezes, o que nos impede de fazer algo, é justamente a falta de coragem para lidar com os resultados não desejados; pois nos tornamos no mínimo, alvo de críticas.

A necessidade de êxito está ligada à necessidade de admiração e esta, por sua vez, à necessidade de afeto, portanto, para não ter medo de errar, é preciso sentir-se aceito e estar afetivamente seguro, o que não é possível se o contexto não for favorável.

http://brinquedoteca.net.br/?p=1765

.
Espaço Publicitário


Espaço Publicitário


               

   
     
     
Contagem:44664

Espaço Publicitário

fechar X
NewsLetters
Espaço Publicitário



Owpoga

*® Este sistema e todo seu conteúdo estão protegidos pelas leis de direitos autorais (registro de programa de computador) 2015