You are here

Owpoga - EAD Books Email Marketing
 
Table of Contents
PreviousNext
 
 
Advertising

Email Marketing seu vendedor digital

Tipos de emails

É importante que você saiba que existem diferentes tipos de e­mails marketing e a sua estratégia precisa conhece-las bem para obter melhores resultados.

Uma estratégia de e-mail marketing bem sucedida pode percorrer vários caminhos, no entanto mesmo os diferentes tipos de e-mails, devem ter um importante ponto em comum: o conteúdo relevante.

Sempre se pergunte como cada envio poderá influenciar positivamente as pessoas que as receberão. De que forma, sua mensagem poderá torna-las mais felizes. Imagine você recebendo, está mensagem, qual será sua impressão? Coloque-se no lugar do seu público, procure uma forma de ser empático com ele.
É muito importante que você conheça seu público, suas características pessoais, suas formações culturais etc.


Diferntes tipos de pessoas, diferentes mensagens

Com estas informações em mente, vamos ver algumas formas de se enviar mensagens por email:

Chamada Geral

Essa é a solução mais básica, que pode e deve ser usada sempre que você estiver sem algo mais específico para seus clientes. Funciona como um lembrete da sua existência e da sua preocupação em manter um bom relacionamento com seu público. É basicamente um convite para visitas, que podem ser no site da empresa, no blog, nas redes sociais etc.; e se você tem um ponto comercial físico, melhor ainda. Chame-os para um café.

A frase mais comum usada para estimular as pessoas para que queiram receber estes e-mails geralmente é “Seja você o primeiro a saber” ou “Acompanhe nossos posts em nosso blog”. Sempre que possível evite o uso da palavra "Não", tipo - Não deixe para depois, ou Não se esqueça....

Você deve manter uma lista ativa e os usuários engajados com seus conteúdos e produtos. As newsletters já são uma evolução do envio postagens. Elas têm uma periodicidade – semanal, quinzenal, mensal – e podem incluir diferentes tipos de conteúdos: posts do blog, novidades da empresa, produtos, lançamentos, ofertas etc.

Uma opção interessante é criar newsletters por assunto – por exemplo, sobre determinada categoria de produto – e inserir posts e chamadas (ou convites) para ações (CTAs Call to Actions) relacionados a ele.
Além disso, como já mencionei anteriormente, um layout atraente e inteligente, com cores, fontes e disposição de elementos que incentivem o clique e a leitura, melhora muito o desempenho da campanha.

E-mails promocionais

Embora os consumidores já estejam cansados das publicidades de produtos por e-mail, este tipo de estratégia ainda pode ser bem usada quando a informação é relevante. Por exemplo, no lançamento de um novo serviço ou uma inovação importante na empresa.
O desafio, nesse caso, é tornar a mensagem interessante, e não mais um folder de ofertas.
Seja direto e objetivo. Se você quer que as pessoas conheçam seus produtos, insira um título chamativo e uma descrição breve, que sejam persuasivos a ponto de fazê-las clicar no link (CTA) e buscar mais informações no site.

Fluxos de nutrição

Os fluxos de nutrição servem para nutrir o relacionamento com os leads, que são formas de qualificações de contatos, enquanto eles percorrem o funil de vendas.
O lead consiste em um usuário que adquiriu algo gratuito em troca de suas informações. Um bom exemplo disso é quando uma pessoa informa seu e-mail para realizar o download de um material sobre determinado assunto. Neste caso, você pode inseri-la(esses informações colhidas) em um fluxo de envios automatizados, para que ela saiba mais sobre o tema e amadureça sua decisão de compra. Dessa forma, você constrói uma relação de confiança com o lead ao longo do funil, pois ele recebe apenas conteúdos que lhe interessam e que podem ajudar a tomar sua decisão. Esta é uma forma eficiente de se estruturar uma segmentação. Assim, no momento da abordagem de venda, ele já estará mais bem informado e seguro e recebendo apenas informações relevantes para seu perfil.

E-mails transacionais

Os e-mails transacionais são usados para orientar o consumidor enquanto ele está em processo de compra, cadastro ou download de um material. Eles servem para confirmar suas ações e mantê-lo seguro sobre o que está fazendo. Por exemplo, em um e-commerce, o usuário recebe e-mails de confirmação da compra, aprovação do pagamento e processo de entrega.
Se você não vende online, usará esse tipo de e-mail quando, por exemplo, enviar uma mensagem de confirmação para a pessoa que se inscrever em um webinar.


Advertising


Aproveite também nossas dicas OWPOGA:

PreviousNext